quinta-feira, 28 de junho de 2012

Chuck - 1a temporada


Como vocês já perceberam, não falo apenas sobre seriados novos e episódios recentes. Muitas vezes me deparo com uma série que já estreou faz um tempo, mas que nunca tive oportunidade de assistir. Enquanto minhas séries preferidas não voltam, resolvi dar uma chance à Chuck (2007).

Chuck é um jovem pacato que trabalha numa loja de eletrônicos chamada Buy More. Fez faculdade em Stanford, mas não conseguiu se formar, graças a seu colega de quarto Bryce Larkin, que o acusou de ter roubado as questões das provas. Três anos depois vemos o mesmo Bryce roubando um arquivo confidencial - e extremamente bem protegido - da CIA, para logo depois enviar para o email de Chuck.

Assim que abre o arquivo, Chuck é bombardeado por uma série de informações sigilosas da CIA e seu cérebro absorve tudo...
E, a partir de então, se torna a mais nova arma do serviço secreto americano para identificar possíveis atos de terrorismo e criminosos procurados.

Dois agentes ficam responsáveis por ele: a bela Sarah Walker (Yvonne Strahovski), da CIA, e o ranzinza John Casey (Adam Baldwin), da NSA. Sarah se torna a nova "namorada" de Chuck, enquanto Casey se torna empregado da Buy More

A série é bem leve e divertida. Fica bem claro desde o começo que o objetivo nunca foi de um seriado sério sobre espionagem, sendo ele repleto de clichês, incluindo referências à filmes do 007 e a complicada relação entre o nerd com a linda espiã designada à protegê-lo. Algumas cenas de ação são exageradas, outras até bem feitas, mas o que me deixou profundamente incomodado foram as lutas, principalmente quando envolvem a atriz Yvonne Strahovski. Nem todo mundo tem o dom para as artes marciais...

Seria então uma mistura de "Big Bang Theory" com "Person of Interest"? Talvez. Mas dessa vez as referências nerds são poucas e bem mais sutis, deixando apenas a personalidade de Chuck como foco. A espionagem está lá também, mas sempre com os dois agentes agindo e fazendo Chuck "esperar no carro" (e vocês acham que ele consegue ficar parado lá dentro?).

Terminei a primeira temporada, que possui 13 episódios, e já estou providenciando a segunda. Os mais exigentes podem considerar a série um pouco boba... Mas é tão divertida, que até o James Bond pararia pra ver na hora do almoço.

Comentem à vontade,

@rodolfojcn

quinta-feira, 14 de junho de 2012

HOMELAND - 1a Temporada

Já comentei sobre o episódio piloto AQUI e como a primeira temporada de Homeland foi aclamada pela crítica. Mas demorei um pouco pra engatar nos episódios seguintes e só ontem finalizei todos os 12 episódios da série.

Resumindo, Homeland conta a história de Nicholas Brody, fuzileiro naval capturado por terroristas e que ficou durante 8 anos em cativeiro. Resgatado após uma investida americana, volta pra sua família e é aclamado como herói de guerra.

Enquanto isso, a desajustada porém competente Carrie Mathison, agente da CIA, sabe - através de um informante de Bagdá - que um soldado americano se converteu ao islamismo e possivelmente será responsável por um novo atentado em solo norte-americano. Seria ele Nicholas Brody??

Quando Carrie vê o retorno de Nicholas Brody, aparentemente tudo se encaixa, iniciando um jogo de gato e rato. A trama é bem interessante, apesar da temática já ter sido abordada incessantemente após o atentado das Torres Gêmeas. Contudo, a visão maniqueísta (EUA x MAL) começa a se perder ao longo da temporada, o que é um ponto positivo da série. Já estamos cansados de ver sempre os Estados Unidos como perfeitos e heróis do mundo.

Além disso, os personagens são consistentes e a atuação é um show à parte. O telespectador vai conhecendo-os aos poucos até descobrir qual a intenção por trás de cada ação. Nota-se uma direção cuidadosa e uma fotografia impecável, com planos emocionantes, mostrando - até o clímax do último episódio - o porquê de tantos prêmios até o momento. 

Dessa vez fiz esse post sem spoilers exatamente para atiçar você que não viu ainda. Eu achava que Homeland seria uma minisérie. Agora estou feliz, aguardando a próxima temporada. Vamos ver até onde essa trama vai nos levar.