quinta-feira, 24 de maio de 2012

A decadência de The Big Bang Theory

Não tenho dúvidas de que vou criar vários inimigos com este post, mas já passou da hora de se conversar um pouco sobre o que esta série que prometia tanto vem fazendo com os fiéis espectadores. 

Eu já tinha observado e comentado que a partir da terceira temporada Sheldon – o melhor personagem da série - virou uma espécie de protagonista. Praticamente todos os episódios foram voltados para ele, ofuscando, consequentemente, os colegas igualmente competentes. Howard se manteve o mais apagado possível, até que o aparecimento de Bernadette deu uma guinada na sua história.

Raj, que sempre foi um personagem co-dependente de Howie, ficou ainda mais apagado. Enquanto sua irmã, Priya estava na área, Raj teve um pouquinho mais de destaque. Mas até ela era mais interessante do que o rapaz, além de movimentar os núcleos de forma muito divertida. Aliás, já está na hora de dar um jeito no transtorno dele em falar na frente de mulheres; era engraçado no começo, hoje, só fez prejudicar o crescimento do personagem – que não participa de inúmeros diálogos.

A história entre Penny e Leonard está cada vez mais morna e sem jeito. Aliás, o endeusamento de Penny por Amy é mais interessante do que a história da lourinha com o suposto protagonista.

Amy sim é uma personagem interessante. A única que mudou durante as temporadas, saindo do “sheldonismo” intocável na sua primeira aparição, à uma mulher cheia de desejos, capaz de aceitar qualquer proposta de contato corporal com Sheldon. Hoje, Amy é a personagem que mais me divirto em todos os episódios.


O Season Finale foi decepcionante. O primeiro casamento entre os personagens da série deveria ter sido muito mais emocionante, cativante, divertido e até mesmo elegante. A única coisa legal de toda aquela história foi o zoom out da câmera mostrando o coração feito por Raj no terraço. De resto, foi muita vergonha alheia ver todos fazerem um jogral sendo juízes do casamento – eu não gostei. Ficou estranho a mãe de Howard não aparecer, o pai de Bernadete cair fora e não ter absolutamente nenhum outro convidado – nem da universidade, do Cheesecake Factory ou do laboratório que Bernadete trabalha atualmente.


Impossível não comparar com os excelentes casamentos de Friends, todos igualmente divertidos e cheios de lágrimas dos expectadores: Mônica e Chandler, Ross e Emily, Ross e Rachel em Vegas e o mais lindo de todos, Phoebe e Mike. Assim, vira até covardia falar do casamento de Howie e Bernadete, né?

TBBT está vivendo do que foram as duas primeiras temporadas, que arrebataram o público que permanece até hoje assistindo aos episódios não mais tão divertidos quanto antes. É preciso mudar esse cenário, sem trazer novos atores ao elenco, e sim melhorando as histórias dos que já são fixos do quadro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário