segunda-feira, 23 de abril de 2012

Game of Thrones S02 – a opinião de quem não leu o livro



Só leia este post se você já assistiu aos 4 episódios da segunda temporada, ok?

Como @peregrinc e @rodolfojcn leram os livros de Martin eu resolvi compartilhar a minha opinião de não-leitora e exclusivamente expectadora da série. Bom, vamos lá!

Eu não sei vocês, mas sempre me perco no mapa (que a cada episódio acrescenta um lugar novo e eu não acompanho!) e nos personagens. Mapas a parte, quero dar minha humilde opinião sobre essa disputa de coras. Na realidade o título de rei virou chiclete no bolso da calça: todo mundo tem. É um tal de sua Graça em todos os cantos do mapa (mesmo sem entendê-lo, ó!). Começarei então pelos irmãos Baratheon.

Os dois herdeiros legítimos da coroa, até então são personagens com núcleos bem interessantes. Renly, irmão mais novo de Robert, tem sua fake esposa que compra a ideia de se tornar rainha e por isso tolera as traições ardentes do marido com seu irmão. Mas, a personagem com mais potencial do núcelo que deve vir com tudo é a fiel escudeira de Renly (não achei o nome dela de jeito algum!). Acho que ela ainda vai prometer boas cenas e bons diálogos. Renly, apesar de irmão de Robert, é o mais novo e não tem direito ao trono; um menino mimado que está doidinho para ter o poder nas mãos.

Lorde Stannis Baratheon é o herdeiro de direito e de fato. Apático, se transforma quando se relaciona com a mulher vermelha, poderosa e dotada de dons até então desconhecidos. Seu núcleo principal conta ainda com Davos, o ex-contrabandista que teve os dedos de uma das mãos cortados por Stannis. Nem preciso dizer que a mulher vermelha é um personagem super interessante, principalmente por conta desse mistério todo que ela emana. Neste último episódio, inclusive, Davos presencia o nascimento estupidamente rápido do filho dela com Stannis. Quer dizer, aquilo não é um filho, né? É um demônio das sombras do Vingador de “Caverna do Dragão”! Provavelmente ela será uma ameaça a aquisição do trono, creio eu.


Além de ser bastardo de Cersei com Jamie e não ter direito a coroa, Joffrey é louco. Maluquinho da silva. Desde o final da temporada passada quando ele mandou decepar a cabeça de Ned eu tinha certeza do diagnóstico. Esta temporada não está nada diferente: em quatro episódios ele já bateu em Sansa, já mandou matar bebês e agora me veio com sadomasoquismo doente, ordenando as prostitutas a se espancarem. Definitivamente Cersei não deu educação a esse menino. Ele não só deve perder o trono de ferro, como deve ser uma cena linda de se ver. Aposto que todos vocês estão tão ansiosos quanto eu para ver o menino Joffrey se dar mal.

Daenerys está apagada até então. Coitada, vaga pelo deserto sem água nem comida, e vive da esperança de seus dragões crescerem e a vingarem. Sim, ela pode ser a grande surpresa da temporada, não tenho dúvidas. Massa seria ver uma luta entre os dragões de Daenerys com o demônio das sombras da mulher vermelha, que tal?

Robb Stark é um fenômeno em ganhar batalhas que ninguém vê, só ouvimos dizer. Sustentado pelas boas influências da mãe, é o queridinho do público e o preferido da maioria em assumir o reino. Se Martin seguir a linha da temporada passada, ele vai ser feliz há 7 palmos do chão. Sim, claro! Sigamos a lógica, Ned morreu e ele era o querido dos espectadores, chegou a ser considerado protagonista da série! Bem, morrendo ou não, Robb ainda vai dar dor de cabeça aos outros núcleos e vai ganhar todas as batalhas. Mesmo que a gente não veja...

Eu estou gostando bastante da segunda temporada, e esse último episódio me deixou mais empolgada do que os três primeiros, apesar da boa dose de fantasia. Domingo chegaremos à metade da série e a tendência é que do meio para o final as coisas esquentem ainda mais. Haja expectativa!

Comentem a vontade,

@marinalordelo

3 comentários:

  1. Adorei o comentário, muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  2. @marinalordelo está mandando ver nos comentários! Aguardo sobre Fringe! :)

    ResponderExcluir
  3. O livro é maravilhoso. Deveriam dedicar um episódio à história das personagens secundárias, como Margaery, Oberyn, Davos. Na minha opinião, este foi um dos melhores serie de ação que foi lançado. O ritmo é bom e consegue nos prender desde o princípio. Este livro conta uma história extraordinária, por isso quando soube que estrearia Game Of Thrones soube que devia vê-la.

    ResponderExcluir